Saiba quais profissionais podem dar aulas de Pilates Santa Rita, Paraíba

O importante é que o profissional seja habilitado, comprometido e apaixonado pelo o que faz. Ao optar por fazer aulas de Pilates, é comum encontrar profissionais de educação física ou fisioterapeutas responsáveis pelo método. A verdade é que ambos podem trabalhar com o método, desde que tenham a devida formação em Pilates.

Sergio Augusto Penazzi Junior
833-2467
Av Argemiro de Figueiredo 92
Joao Pessoa, Paraíba
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Wagner da Silva Leal
(83) 3244-2378
Av. Júlia Freire 1200 - Sala 304
Joao Pessoa, Paraíba
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Sergio da Cunha Falcao
(83) 3225-3366
Av Ministro Jose Americo de Almeida 1338
Joao Pessoa, Paraíba
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Sergio da Cunha Falcao
(83) 3225-3366
Av Ministro Jose Americo de Almeida 1338
Joao Pessoa, Paraíba
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Jose Afreimir Morais de Queiroz
(83) 3244-9588
Av Rui Carneiro 300 - Sl. 407
Joao Pessoa, Paraíba
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Emilia de Lourdes Miranda Monteiro
(83) 3243-1000
Av Senador Rui Carneiro 300 - Sl. 106Edf. Trade Office Center
Joao Pessoa, Paraíba
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Jose Afreimir Morais de Queiroz
(83) 3244-9588
Av Rui Carneiro 300 - Sl. 407
Joao Pessoa, Paraíba
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Wagner da Silva Leal
(83) 3244-2378
Av. Júlia Freire 1200 - Sala 304
Joao Pessoa, Paraíba
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Emilia de Lourdes Miranda Monteiro
(83) 3243-1000
Av Senador Rui Carneiro 300 - Sl. 106Edf. Trade Office Center
Joao Pessoa, Paraíba
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Sergio Augusto Penazzi Junior
833-2467
Av Argemiro de Figueiredo 92
Joao Pessoa, Paraíba
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Saiba quais profissionais podem dar aulas de Pilates



O importante é que o profissional seja habilitado, comprometido e apaixonado pelo o que faz

Ao optar por fazer aulas de Pilates, é comum encontrar profissionais de educação física ou fisioterapeutas responsáveis pelo método. Sendo assim, surge um questionamento: Alguém está invadindo a área alheia? Alguém não está exercendo sua função de forma inadequada? Quem é o profissional habilitado para esta atividade?

A verdade é que ambos podem trabalhar com o método, desde que tenham a devida formação em Pilates. Entretanto, segundo a habilitação inerente a cada profissão, existem algumas diferenças. Geralmente, o fisioterapeuta é habilitado para trabalhos como diagnósticos, avaliação e reabilitação física – principalmente em problemas severos de movimentos: reabilitação primária. Já o educador físico é habilitado para trabalhar com a avaliação física, condicionamento físico (prescrição e orientação de programas de exercícios físicos), manutenção da saúde, prevenção e reabilitação.

Na teoria, os objetivos e individualidades do aluno é que encaminharia à escolha do profissional. Porém, na prática sabe-se que não é bem assim. Talvez seja pelo fato de serem áreas que, apesar de se complementarem e serem distintas uma da outra, acabam se confundindo em determinados momentos por seguirem uma linha muito tênue no que diz respeito às suas diferenças e semelhanças.

È importante ressaltar que o que realmente importa é a qualidade do profissional e o serviço prestado por ele, lembrando que apenas estes dois profissionais podem ser habilitados em Pilates. Quando um profissional é competente, ele supera as expectativas do aluno e o surpreenderá sempre, independente de ser educador físico ou fisioterapeuta, pois estará sempre se qualificando, estudando e se dedicando.

Dessa forma, ao procurar um profissional de Pilates ideal, é importante observar, além do currículo, o perfil do professor, analisando se é uma pessoa interessada em estudar e aprender, que busca respostas e informações constantemente, que é motivada, que explica suas ações de forma coerente e se existe empatia entre aluno e professor. Ao escolher um profissional comprometido e apaixonado pelo que faz, as aulas de Pilates serão muito mais agradáveis.

Fonte: Assessoria de Imprensa - Portal Educação

Clique aqui para ler este artigo na Portal Fisioterapia