Reduza as despesas geradas pelo seu carro Campo Mourão, Paraná

Aprenda algumas dicas para controlar os gastos com o seu automóvel. O economista Wellinton dos Santos ensina alguns cuidados na rotina diária que podem evitar o desperdício de tempo e dinheiro no mecânico. Uma prática lista específica todos os meios de como gastar menos.

PROJETOSCAD
045 30371125 - 30371128
R. Marechal Rondon n°2260 - Sala 9
Cascavel, Paraná
 
NSA SERVIÇOS - VENDA E MANUTENÇÃO DE GRUPOS GERADORES
(45) 3229-1300
RUA PARANÁ, 2709 - SALA 210 - EDIFÍCIO DOM PEDRO
CASCAVEL, Paraná
 
Ambiental Construções
41 3262-1222 43 3261-1222
Nilo Cairo, 335
Curitiba, Paraná
 
Mark Engenharia
(41) 3261-3138
r Didimo Agatipo da Veiga, 120 Cajuru
Curitiba, Paraná

Dados Divulgados por
Thor Engenharia Ltda
(43) 3027-7202
av Arthur Thomaz, 2158, Jd Novo Sabará
Londrina, Paraná

Dados Divulgados por
Engeplane Engenharia
(41) 3296-8963
r Dr Joaquim I Silveira Motta, 620 Sala 05 Guabirotuba
Curitiba, Paraná

Dados Divulgados por
Aquilino Topografia
42 3625 8383 e 42 3265 1757
Praça Nova Pátria, Edifício Agrária, Sala 8
Guarapuava, Paraná
 
1001 Serviços de Engenharia
(41) 3274-4345
r José Benedito Cottolengo, 305 Campo Comprido
Curitiba, Paraná

Dados Divulgados por
Ingema Engenharia Civil
(41) 3941-9846
Parana
Foz do Iguacu, Paraná
 
Empresa Londrinense de Engenharia Ltda
(43) 3338-0178
r Paulo Novaes da Silveira, 355, An 2 Sl 21, Sabará
Londrina, Paraná

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Reduza as despesas geradas pelo seu carro

DICAS DE ECONOMIA – AUTOMÓVEIS (1)

 

Welinton dos Santos – economista e psicopedagogo

 

          Algumas ações do nosso cotidiano podem influenciar no orçamento doméstico, talvez a utilização do veículo da família seja uma delas.

          Não é fácil controlar as despesas de um veículo, mas aqui vão algumas dicas:

          Muito comum observarmos condutores antes de sair com seu carro, acelerando para esquentar o motor, isto deve ser evitado para veículos de passeio, o aquecimento deve acontecer de forma natural no trajeto a ser percorrido.

          Procure utilizar a marcha mais adequada, isto evita desperdício. Quem tem veículo automático, procure utilizá-lo, a economia é enorme.          

          Fazer revisão periódica do veículo, bem como a troca de filtros no tempo correto pode representar uma economia mínima de 4% até 40% dependendo do tipo e ano do veículo, portanto, o consumo menor paga as revisões e aumentam a durabilidade do veículo, além de manter parte de seu valor de mercado.

          A velocidade é outro fator que pode provocar economia, nas cidades 40 km onda verde ou nas estradas 80 km, podem economizar até 20% de combustível, portanto programe seu passeio, faça um planejamento do tempo e economize.

          Outro dado interessante é que a cada 50 kg de peso, representam 1% de consumo a mais, portanto, deixe somente o que for necessário no bagageiro.          

           Dispositivos elétricos (GPS, ar condicionado) são responsáveis por até 20% de consumo a mais de combustível.

           Programar o percurso para diminuir tempo e gasto, combinando vários locais a visitar em uma única visita. Afinal tempo é dinheiro.

           Complete o tanque, a compra fracionada custa mais caro, de preferência encha quando estiver na reserva. Se possível pesquise na internet preço e não se esqueça de verificar a qualidade do combustível oferecida por aquele posto de combustível, desconfie de preço muito barato, pode estar adulterado e danificar o motor de seu veículo.

           A gasolina evapora mesmo no tanque, por isso, tente estacionar sempre a sombra.

           Em locais de grande volume de veículos, como em shopping centers não fique procurando a melhor vaga, estacione rápido, para evitar gastos, mas claro que tudo depende de sua escolha e comodidade.

           Ao comprar veículos usados, atentar a procedência. Verifique o DENATRAN, multas, IPVA, Seguro DPVAT, carnês, financeira que está alienada e qual será o valor das prestações em caso de transferência, além do custo desta transferência.

           Forneça dado pessoalmente, confira o número de chassis, no bloco do motor, debaixo da porta, na coluna do carro ou nos vidros.

           Cuidado ao comprar veículos que tenha Y como segunda letra, provavelmente foi de taxista, que são carros mais rodados, eles vendem a particular para conseguir preço maior.

           Veículos sem manuais de proprietários podem representar prejuízos ao seu bolso principalmente se o veículo está há pouco tempo com aquela pessoa, pode ser de leilão, que custam 30% menos no mercado mesmo que estejam em bom estado.

           Bancos rasgados e estofamento mal cuidado, soldas sem pontilhamento, bancos soltos, tortos, tonalidades de cores diferentes, são exemplos de carros batidos ou de proprietário que não gasta com manutenção, provavelmente quer vender porque o veículo pode ter um defeito mais grave, verifique.

           Nunca compre um veículo em dia de chuva, pois as gotas escondem ondulações na lataria. Luz artificial em garagens atrapalha na identificação de falhas na pintura.

           Procurar sempre oficinas mecânicas indicadas ou especializadas. Não permita a cobrança de peças junto com a manutenção, geralmente as oficinas ganham comissões nas peças, para economizar verifique as peças necessárias e compre em uma loja de autopeças a economia pode ser de até 30%.

           Sempre que possível faça seguro de furto e colisão do veículo e de terceiros, isto poderá evitar muitos aborrecimentos. Estas são apenas algumas dicas de muitos exemplos de economia para seu veículo.

 

 

 

 

 

Clique aqui para ler este artigo na WebArtigos.com