Produção de húmus com resíduos orgânicos Caxias, Maranhão

O artigo propõe o aproveitamento do lixo gerado pelas cidades. O autor detalha o processo de reciclagem dos resíduos sólidos orgânicos. Conforme ele, a produção de húmus de minhoca gera riqueza na captação de macronutrientes.

Florestinha Pau Brasil
(98) 3236-2334
av Jerônimo de Albuquerque Maranhão, 53 Box 25 Ceasa, Cohafuma
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
L F V Figueiredo de Almeida Silva
(98) 3232-5002
r Cruz, 284, Centro
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
D.m. Siqueira Presentes
(98) 3245-1747
av Santos Dumont, 30, Lj 5 Gal, Anil
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
Florestinha Tropical
(98) 8824-8418
av S Luís Rei França, 150
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
L. W. D Trinta - Me
(98) 3227-2469
r Antônio,Sto, 304, B, Centro
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
Marilu Representacoes Ltda
(98) 3231-7082
r Renato Viana, 3, Qd A 1, Vl Ivar Saldanha
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
R A Brixner
(98) 3084-5017
av Jerônimo de Albuquerque, 160, Qd 9, Angelim
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
Alexandre Engels Gondim Teixeira
(98) 3236-2839
r Matemática, 17, Cohafuma
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
Juraisa Campelo Correia - Plantas Ornamentais
(98) 3226-3243
r Ivar Saldanha, 166, Olho D'Água
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
D M L Fontenele
(98) 3227-3969
av Colares Moreira, 27, Qd 100 Lj 3, Jd Renascença
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Produção de húmus com resíduos orgânicos

Uma das conseqüências ambientais do crescimento vertiginoso das cidades é a produção alarmante de lixo, problema comum também nas sedes de pequenos municípios. Cada ser humano gera, em média, 5 kg de resíduos sólidos por semana, sendo cerca de 60% formado por resíduos orgânicos. Isto significa 3kg por semana/pessoa, correspondendo a produção semanal de 150 t de resíduos orgânicos numa pequena cidade de 50 mil habitantes.

Há alternativas para esse problema? A coleta seletiva do lixo com reciclagem dos resíduos sólidos orgânicos está entre elas. Em várias cidades do Brasil, onde a população e dirigentes públicos têm maior consciência sócio-ambiental, há ações nesse sentido visando minimizar as conseqüências ambientais do lixo. Papelões, garrafas e metais são reciclados com resultados positivos de geração de emprego e renda em sistema cooperativista. Quanto aos resíduos orgânicos, uma parte é levada para aterros sanitários, e a outra reciclada em usinas de compostagem e vermicompostagem (compostagem com minhocultura), com transformação desses resíduos em adubo orgânico de qualidade para utilização na agricultura, reflorestamento, parques e jardins municipais.

Nas residências, o acondicionamento dos resíduos orgânicos para a produção de húmus pode ser realizado em recipientes de vários tipos e tamanhos: caixões de madeira, tubos de cimento, tambor descartado de máquina de lavar, caixas plásticas de colheita de frutas etc. Se houver espaço no quintal, o processo de vermicompostagem pode ser realizado diretamente no solo.

Além da questão ambiental, há um aspecto técnico muito importante na utilização dos resíduos orgânicos de cozinha para a produção de húmus de minhoca. Os resíduos, assim como o esterco, são fontes de microrganismos imprescindíveis no processo de reciclagem. Dessa forma, substituem o esterco minimizando os custos e viabilizando a produção de húmus nas cidades. Outro aspecto positivo na utilização de resíduos orgânicos domiciliares é a riqueza em macronutrientes.

Mais informações no “Documento Produção de húmus de minhoca com resíduos orgânicos domiciliares”, disponível em http://www.cpatc.embrapa.br/publicacoes_2008/Doc-126.pdf

Clique aqui para ler este artigo na WebArtigos.com