Overtraining é risco de malhar em excesso Manaus, Amazonas

Malhar e bom! Mas como tudo na vida tem que ser na medida certa. Nesta era de atenção universal à saúde e combate ao sedentarismo, limites freqüentemente são desrespeitados. Entenda mais no artigo abaixo.

Academia Amazon Fitness
(92) 3233-9376
av Sem Alvaro Maia 501
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Academia Brothers
(92) 3237-2559
r 23 ,505 Conjunto 31 Marco
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Zaranza e Carvalho Ltda
(92) 3238-7437
av João Machado,Des, 4922, Als, Planalto
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
C. M. C. da Silva
(92) 3631-0519
r Belo Horizonte, 888, Lt C, Adrianópolis
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Academia Amazonense de Letras
(92) 3234-0589
r Ramos Ferreira 1009, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Academia Chegue Clube
(92) 3232-0198
av Chetulio Vargas 773, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Academia de Bllet Classico Prof Rezente
(92) 3232-0254
r 10 De Julho 491, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Personal Fitness Club Ltda - Me
(92) 3635-4744
r Acre, 164, Cj Vier Alves, N S das Graças
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Academia Adrenalina
(92) 3584-0470
r Luiz Camoes, 957, al t Santo Antonio
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Emerson Carvalho da Silva
(92) 3646-2389
r I, 54, Als Cj Eldorado, Prq 10 de Novembro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Overtraining é risco de malhar em excesso

Tudo bem que fazer exercícios físicos é bom para a saúde, para o corpo e para a cabeça, mas sem exageros, ok? É que muita gente tem ido com sede ao pote e corre risco de passar pela síndrome do overtraining - ou a sobrecarga exagerada da prática de exercícios físicos. "Pela ânsia em conquistar títulos, os atletas são mais sujeitos a excessos nos treinamentos. Mas as pessoas em geral também podem se tornar suscetíveis, desde que a meta de alcançar a boa forma ultrapasse os parâmetros do considerado saudável", diz o personal trainer paulistano Valter Chiarelli Junior.

"Nesta era de atenção universal à saúde e combate ao sedentarismo, limites freqüentemente são desrespeitados. Há quem passe várias horas e vários dias da semana treinando intensamente e, em contrapartida, tem uma alimentação adequada e hipocalórica", conta.

Não há como estipular carga e volume ideais de ginástica para todas as pessoas. O importante é ficar claro que quantidade não é qualidade e que padrões regulares de condicionamento físico, como assessoria e acompanhamento de profissionais especializados em ginástica e em nutrição, exames freqüentes das condições de saúde e pausas de retomada de fôlego entre as atividades, não devem ser negligenciados. "Cada indivíduo tem uma tolerância própria à quantidade, tipo, séries, repetições, distâncias e duração de exercícios", fala Chiarelli.

De acordo com o Centro de Estudos de Fisiologia do Exercício Universidade Federal de São Paulo, quando há overtraining, o desempenho do esportista não responde mais aos estímulos realizados e ocasiona alterações fisiológicas, psicológicas, imunológicas, hormonais e bioquímicas. Dentre elas, dores musculares, alterações ósseas, fraturas e lesões, aumento dos batimentos do coração e da pressão arterial, insônia, irritabilidade, suspensão da menstruação para as mulheres e redução do número de espermatozóides para os homens. "Distúrbios alimentares, como anorexia nervosa e bulimia também são acrescidos à lista", acrescenta o personal trainer.

Seguir algumas regrinhas básicas no campo esportivo é uma opção cuidadosa para não exagerar nos treinos:
- siga as orientações de um instrutor fitness;
- alimente-se bem e tome bastante água;
- faça check-ups de saúde regularmente;
- leve em consideração que, em linhas gerais, não se deve treinar mais do que uma hora e meia por dia;
- aumente gradualmente a sua carga (10% a mais de volume de treino por semana é o ideal);
- não tente treinar igual a outras pessoas. Tenha em mente que cada um tem um organismo diferente e responde também diferentemente a estímulos físicos e mentais;
- respeite os períodos de descanso. Quanto maior e mais intenso o seu ritmo de malhação, mais intervalos de descanso precisará ter;
- faça alongamento antes e depois da ginástica;
- vista roupas e tênis adequados;
- não seja muito rígido consigo mesmo.

Clique aqui para ler este artigo no Guia da Plastica