O Balanço Social No Terceiro Setor Manaus, Amazonas

Neste artigo voce ira ver a importancia do balanco social no terceiro setor. No balanco preciso que sua elaboração seja correta e clara para que tenha tal valor suas informações. Saiba mais sobre este assunto abaixo.

Ciesi-centro Integrado de Ensino Prof. Swely Imbiriba Ltda
(92) 3634-2652
r Joaquim Gonzaga Pinheiro, 2379, N S das Graças
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Ana de Ava Azulay Azevedo
(92) 3663-7513
av Ayrão, 1635, Pres Vargas
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Cema-centro de Ensino Maria Angelim Ltda
(92) 3641-1142
r Graviola, 10, Cid Nova
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Centro Educacional Nossa Senhora de Nazare Ltda - Me
(92) 3234-1281
av Maués, 194, Cachoeirinha
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Servico Social da Industria da Construcao C de Manaus
(92) 3233-5463
av Getúlio Vargas, 1116, An 5, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Centro Educacional Carroussel Ltda
(92) 3611-4661
av André Araújo, 1188, Aleixo
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Centro de Recreacao Infanto Juvenil
(92) 3234-9788
av Constantino Nery, 1863, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Centro Educacional Lamarao Ltda
(92) 3671-6508
r Dutra,Pres, 315, São Raimundo
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
E X Vieiralves
(92) 3234-8371
r João Valério, 218, N S das Graças
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Centro de Solidariedade Sao Jose
(92) 3633-2013
r Apurinã, 128, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

O Balanço Social No Terceiro Setor

A IMPORTÂNCIA DO BALANÇO SOCIAL NO TERCEIRO SETOR

BALANÇO SOCIAL – A IMPORTÂNCIA DO BALANÇO SOCIAL NO TERCEIRO SETOR

Terezinha de Cássia Alves Paz1, Profº. Robernei Aparecido de Lima2

1UNIVAP Universidade do Vale do Paraíba / FCSA – Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas, São José dos Campos, Avenida Shishima Hifumi nº 2911 Bairro Urbanova CEP 12244-000.

 

 

Resumo: O objetivo deste trabalho é esclarecer a importância do balanço social nas organizações do terceiro setor, já que sua publicação é obrigatória e essencial para apontar a relação social entre essas organizações empresariais e a sociedade. Apesar de toda a divulgação desse novo instrumento contábil, muitas dessas organizações empresariais ainda não se deram conta da oportunidade que o Balanço Social traz de tornar seus serviços mais transparentes, pois através dos dados quantitativos que esse instrumento é capaz de apontar, torna-se indiscutível o cumprimento da Responsabilidade Social dessas organizações. Contudo, é preciso que sua elaboração seja correta e clara para que tenha tal valor suas informações. Este trabalho foi elaborado utilizando, como base, informações levantadas por meio de pesquisa bibliográfica, análise de material já publicado, livros, revistas de contabilidade e artigos científicos.

Palavras-chave: Palavras chave: balanço social, responsabilidade social, terceiro setor, elaboração.

Área do Conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas


 

 

Introdução

O Balanço Social tem um papel importante nas empresas do terceiro setor. É um instrumento contábil publicado anualmente, reunindo um conjunto de informações referentes às atividades desenvolvidas pela empresa em promoção humana e social, dirigidas a seus empregados e à comunidade na qual está inserida.

O Balanço Social, desde que bem estruturado, pode evidenciar os princípios e valores da organização Empresarial e caracterizar através dos dados quantitativos o cumprimento de sua Responsabilidade diante da Sociedade, seja ela interna – com seus funcionários, ou externa – com o meio em que está inserida a Organização.

O objetivo desse trabalho é relatar a importância desse instrumento contábil para as Empresas do Terceiro Setor focando sua correta elaboração para que as Entidades e/ou Organizações Empresarias tenham nesse instrumento a possibilidade de transparecer seus serviços.

Metodologia

Este trabalho foi elaborado utilizando, como base, informações levantadas por meio de pesquisa bibliográfica, análise de material já publicado, livros, revistas de contabilidade, periódicos e artigos científicos. Todo material recolhido foi selecionado, a partir da qual foi possível estabelecer um plano de leitura.

A pesquisa bibliográfica deu suporte a todas as fases da pesquisa.

Contabilidade e Demonstrações Contábeis

 

Por ser a Contabilidade, uma ciência que estuda o Patrimônio de uma Empresa, ela conta com alguns instrumentos para o controle das variações de tal Patrimônio. A esses instrumentos chamamos de Demonstrações Contábeis.

Das Demonstrações Contábeis o principal é o Balanço Patrimonial, pois resume as mutações e variações de todo Patrimônio ao longo de cada Exercício da Empresa.

E é a partir dele que surgiu a idéia do Balanço Social. Enquanto o Balanço Patrimonial resume em valores os Bens, Direitos e Obrigações Patrimoniais de uma Empresa, o Balanço Social resume, também em valores, as ações e compromissos da Empresa com a Sociedade.

 

O Balanço Social – Instrumento Contábil

 

Balanço Social é o nome dado à publicação de um conjunto de informações e de indicadores dos investimentos e das ações realizadas pelas empresas no cumprimento de sua função social junto aos seus funcionários, ao governo e às comunidades com que interagem, direta e indiretamente. O balanço social envolve a demonstração da empresa com os elementos que a cercam ou que contribuem para sua existência, incluindo o meio ambiente natural, a comunidade e economia local e recursos humanos.

Trata – se de um instrumento de demonstração das atividades das empresas, que tem por finalidade conferir maior transparência e visibilidade às informações que interessam a sociedade em geral.

O balanço social visa dar conhecimento das ações empresariais ou não que têm impactos não apenas no desempenho financeiro, mas também na relação capital – trabalho e na geração ou não de riquezas e bem estar para sociedade. Balanço Social um documento publicado anualmente reunindo um conjunto de informações sobre as atividades desenvolvidas por uma empresa, em promoção humana e social, dirigidas a seus empregados à comunidade onde está inserida. Através dele a empresa mostra o que faz apelos seus empregados, dependentes e pela população que recebe sua influência direta.

Embora tenha sua origem na contabilidade, não deve ser visto como um demonstrativo meramente contábil, mas como uma forma de explicitar a preocupação das empresas com o cumprimento de sua responsabilidade social.

 

 

Balanço Social – Importância e Obrigação

 

Conforme Montano (2002, p.63) menciona, o terceiro setor organizou – se nos Estados Unidos por John D Rockeflle III aproximadamente vinte anos, teve influencia da crise e a restauração do capital que ocorreu no mundo, proporcionando a estabilização no século XX com neoliberalismo, este marco trouxe a transformação de idéias e valores a toda sociedade, aumentou a preocupação com o ético, moral com o meio ambiente e com a auto – estima. Estes méritos diminuíram a responsabilidade do estado e deram maior força e motivo de ação por todas as instituições que interagem com o terceiro setor. Segundo Silva e Freire (2001), “o Balanço Social é um documento publicado anualmente, reunindo um conjunto de informações referentes às atividades desenvolvidas pela empresa em promoção humana e social, dirigidas a seus empregados e à comunidade na qual está inserida. Nesse sentido, é um instrumento valioso para medir o desempenho do exercício da responsabilidade social nos empreendimentos. É um indicador cristalino da forma como a organização é administrada. Por meio dele, a empresa mostra o que faz por seus empregados, dependentes, e pela população que recebe sua influência direta. É uma forma de dar transparência às suas atividades, tendo em vista a melhoria da qualidade de vida da comunidade. É um mecanismo de construção de vínculos mais estreitos entre empresa e sociedade”. Para Tinoco (2001), “o Balanço Social é um instrumento de gestão e de informação que visa evidenciar, da forma mais transparente possível, informações econômicas e sociais do desempenho das entidades aos mais diferenciados usuários, entre eles os funcionários”.

O início do Balanço Social no Brasil

 

A intenção de tornar público o conhecimento da importância do Balanço Social trouxe a inciativa de um site voltado somente a esse assunto, para que qualquer pessoa e /ou Entidade possa ter acesso, sempre de maneira atualizada. De acordo com esse site,www.balancosocial.org.br , no Brasil, os primeiros balanços sociais começaram a aparecer na década de 80, sendo que o balanço social da empresa estatal Nitrofértil, realizado em 1984 é considerado o primeiro documento do gênero, e o Ibase foi à primeira organização não governamental a publicar seu balanço, após Herbert de Souza, o Betinho, então presidente da entidade, lançar uma campanha pela divulgação voluntária do balanço social. Nesta época, o Ibase lançou um modelo simplificado de auto-avaliação das ações das empresas, o que fez com que a discussão deslanchasse, de fato, no Brasil.

Conforme Tinoco (2001, p.36) menciona que nos países onde o capitalismo está mais desenvolvido, varias empresas já vêm consagrando o balanço social como instrumento de gestão e de informação. Essas empresas divulgam normalmente informação econômica e social a seus trabalhadores e a sua comunidade, sua estrutura não é posta em causa. O lucro é aceito como uma vocação normal da empresa, permitindo que a relação entre dirigentes e assalariados torne – se consensual e não conflituoso.

A correta elaboração

 

Para que seja devidamente utilizado é preciso que o Balanço Social esteja corretamente elaborado a fim de atingir sua finalidade principal.

De acordo com estudos já publicados, a finalidade do Balanço Social é tornar ainda mais transparentes os dados sociais, surge o Balanço social, que tem despertado o interesse das Entidades Beneficentes, bem como das empresas que cumprem sua responsabilidade social, por transparecer a ética e o compromisso da empresa com os efeitos sociais e/ou ambientais.

Para isso, o Balanço Social deve conter informações de resultados sociais, culturais, filantrópicos e ambientais, caracterizados pelas origens e recursos, programas e projetos, atendidos e beneficiados, parcerias, ações e atendimentos, investimentos sociais e enfim, tudo o que possa evidenciar a veracidade e clareza da missão e visão, conforme o estatuto, relevando a estrutura, princípios, valores e funcionamento da Entidade.

Em 1998, para estimular a participação de um maior número de corporações, o Ibase lançou o Selo Balanço Social Ibase/Betinho. O selo é conferido anualmente a todas as empresas que publicam o balanço social no modelo sugerido pelo Ibase, dentro da metodologia e dos critérios propostos. Através deste Selo as empresas podem mostrar - em seus anúncios, embalagens, balanço social, sites e campanhas publicitárias - que investem em educação, saúde, cultura, esportes e meio ambientes. O Selo Balanço Social Ibase/Betinho demonstra que a empresa já deu o primeiro passo para tornar-se uma verdadeira empresa-cidadã, comprometida com a qualidade de vida dos funcionários, da comunidade e do meio ambiente; apresenta publicamente seus investimentos internos e externos através da divulgação anual do seu balanço social.

 

Resultados

De acordo com os conceitos apresentados o Balanço Social é uma demonstração que foi criada com a finalidade de tornar pública a responsabilidade social das organizações e sua divulgação é positiva para as empresas do terceiro setor, quer do ponto de vista da sua imagem, quer do ponto de vista de melhoria e qualificação das informações contábil e financeira.

 

 

Discussão

No Brasil tem crescido o numero de organizações Privadas sem fins lucrativos, classificados como terceiro setor com objetivo de criar projetos sociais, e não é de hoje que as empresas do terceiro setor estão adotando essa prática, pois esses projetos são importantes para a sociedade, o meio ambiente, trabalhadores e para os usuários em geral.

Porém para que tal finalidade seja alcançada é necessária a correta elaboração que apresentará os dados corretos dessa relação entre a Organização e a Sociedade.

Já existe o estimulo, através do Selo do Balanço Social, basta agora, que todas as Organizações Empresariais se atentem e relevem a importância da clareza dessas informações.

Conclusão

 

O balanço social é um instrumento de informações da empresa para a sociedade, por meio do qual a justificativa para sua existência deve ser explicativa. Em síntese, esta justificativa deve provar que o seu custo beneficio é positivo, porque agrega valor à economia e à sociedade, porque respeita os direitos humanos de seus colaboradores e ainda, porque desenvolve todo seu processo operacional sem agredir o meio ambiente.

Portanto, o Balanço Social vai além de uma demonstração contábil e pode ser indiscutivelmente visto como um instrumento de informações que caracterizam o cumprimento das Responsabilidade Sociais de uma Empresa.

 

 

Referências

 

MONTANO, Carlos. Tereceiro Setor e Questão Social. São Paulo: Cortez, 2002

TINOCO, João Eduardo Prudêcio. Balanço Social: uma abordagem da transparência e da responsabilidade pública das organizações. São Paulo: Atlas, 2001

OLIVEIRA, Núbia Thais. Filantropia – o direito da imunidade tributária e a obrigação da Gratuidade. Publicação no INIC em 2007.

Site consultado: www.balancosocial.org.br. Histórico do Balanço Social.

 

Ir. Terezinha de Cássia Alves Paz

Sou Religiosa, Pertenco a Congregação das Pequenas Missionarias de Maria Imaculada. Sou estudante do ultimo ano de Ciencias Contabeis da Faculdade Do Vale do Paraiba UNIVAP. Trabalho na area contabil. Ficarei feliz se publicarem meu artigo neste site.
Obrigada.

Clique aqui para ler este artigo na Artigonal.Com