Mitos relacionados ao Blu-ray Ji-Paraná, Rondônia

O disco Blu-ray apresenta um formato para armazenar mídia de disco ótico. O artigo define a invenção e comenta os equívocos formados em torno dessa técnologia. Normalmente o Blu-ray é usado para armazenar vídeos de alta definição, entenda mais.

Dnak - Comercio de Materiais de Informatica Ltda
(69) 3043-1717
r Caxias,Dq, 535, Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Supridados Comércio e Representação Ltda
(69) 3224-3049
av Pinheiro Machado, 2699, Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Vianeth - Assessoria Em Informatica Ltda - Me
(69) 3229-2594
r Pedro II,Dom, 2532, São Cristóvão
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Mult-task Assessoria Comercio e Servicos Ltda
(69) 3224-6061
r Caxias,Dq, 2305, São Cristóvão
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Portosoft Informática Ltda
(69) 3224-2771
av Pinheiro Machado, 1492, Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Infotec Informática Ltda
(69) 3224-3131
r Joaquim Araújo Lima, 1485, Arigolândia
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
O & M Informática
(69) 3226-0158
r José Amador dos Reis, 2865, Cj J Kubitschek
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Rondotech Informatica & Servicos Ltda
(69) 3026-7766
r Pedro II,Dom, 2490, São Cristóvão
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
H M Comercio de Informatica Ltda - Me
(69) 3221-7373
r Pedro II,Dom, 1855, São Cristóvão
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Gomes & Costa Ltda
(69) 3223-6493
r Pedro II,Dom, 1970, São Cristóvão
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Mitos relacionados ao Blu-ray

O disco Blu-ray, que também é conhecido como BD ou Blu-ray, é um formato para armazenar mídia de disco ótico. Ele geralmente é usado para o armazenamento de vídeo de alta definição e para o armazenamento de dados. Este disco tem a aparência de um disco comum e tem as mesmas dimensões.

O nome do Blu-ray Disc vem do laser azul que é usado para ler e escrever este tipo de disco. Ele é uma combinação das palavras `Azul` que representa o laser azul-violeta e `Ray` que representa o raio ótico.

Desde que ele tem um comprimento de onda mais curto ao redor de 405 nanômetros, ele pode armazenar substancialmente mais dados do que um DVD que usa um lazer vermelho de 650 nanômetros. Para dar-lhe mais detalhes, um disco duplo de raio azul tem a capacidade de armazenar 50 GB, que é quase seis vezes a capacidade da camada dupla do similar DVD.

O Blu-ray Disc foi inventado pela Associação do raio do disco azul. É um grupo de companhias que representam o hardware dos computadores, produtos eletrônicos de consumo, e como também estão envolvidos na produção de filmes. Há mais de 180 companhias nesta associação, em todo o mundo. O conselho de administração atual consiste de companhias como Apple Computer, Inc; Warner Bros. Entertainment, Dell Inc., Thomson Multimedia, Hewlett Packard Company, Sharp Corporation, Hitachi, Ltd., Twentieth Century Fox, LG Electronics Inc, Sony Corporation, Matsushita Electric Industrial Co., Sun Microsystems, Inc Ltd, TDK Corporarion, Mitsubishi Electric Corporation, Pioneer Corporation, Royal Philips Electronics, Samsung Electronics Co., Ltd, Walt Disney Pictures.

Houve uma época em que o disco de raio azul estava competindo com o formato HD DVD, mas logo as principais companhias anunciaram que já não conseguiam encontrar compradores para os seus HD DVD players e gravadores. De modo que, o Blu-ray surgiu como sendo o grande vencedor nesta guerra de formatos.

Há muitos mitos a respeito desta tecnologia que é relativamente nova. Neste artigo procuramos esclarecer alguns fatos. O primeiro mito é a conexão com a Internet se faz necessária para suportar este formato. É absolutamente falso. A conexão com a Internet não é necessária para o playback básico de filmes compatíveis com o Blu-ray. Somente será necessário para características extras como serviço de dowloading, web browsing, assistir aos últimos lançamentos de comerciais de filmes, etc. Você irá precisar da Internet caso você queira autorizar cópias controladas daqueles filmes do Blue-ray que são transferidos sobre sua rede.

O Segundo mito é no que diz respeito à conversão das saídas analógicas. Os Blu-ray players não convertem a saída dos sinais analógicos a menos que o seu vídeo contenha ICT ou Image Constraint Token. Desde que a maioria dos estúdios de filmagens como a Sony, Fox, Disney, MGM, Paramount e Universal não usam esta característica, de modo que você não terá muitos problemas com isto.

Outra pergunta diz respeito às cópias controladas de apoio. Bem, o formato Blu-ray terá a cópia controlada (MMC) a fim de permitir que os clientes façam cópias legais e autênticas dos filmes do Blu-ray, que podem ser facilmente transferidos pela rede.

Desde que se trata de uma tecnologia nova, é óbvio que a primeira geração de produtos será um tanto mais cara já que a produção inicial terá um volume limitado. Mas os fabricantes estão planejando uma grande escala de produtos do Blu-ray como players, drives, gravadores, mídia, escritas, etc. E assim espera-se que com o aumento dos produtos disponíveis os preços logo baixem.

Há uma expectativa geral de que o Blu-ray logo substituirá os DVDs. A maioria dos grandes estúdios vem dando um grande suporte a este novo formato comparado ao monopólio do DVD. Eles já têm liberado filmes neste novo formato e planejam continuar fazendo o mesmo. Mas há uma grande probabilidade de que os DVDs não serão completamente extintos. As possibilidades são de que estes dois formatos co-existirão por algum tempo. Esta é a razão pela qual a maioria dos produtos eletrônicos de consumo como Panasonic, Philips, Sony, Samsung, Sharp, Pioneer e LG introduziram produtos que podem ler e escrever CDs, DVDs como também os discos Blu-ray.

Este artigo também pode ser acessado a partir da página  http://www.polomercantil.com.br/eletronicos.php

Roberto Sedycias trabalha como consultor de informática para  http://www.polomercantil.com.br

Clique aqui para ler este artigo na WebArtigos.com