Hora De Casar... Planeje E Economize Ji-Paraná, Rondônia

Atualmente é comum os noivos arcarem com as próprias despesas ou as duas famílias dividirem as contas. É preciso uma boa conversa a respeito da situação financeira de cada um. Planeje o seu casamento e boa sorte.

Leite e Costa Assessoria em Gestão Empresarial
(69) 3026-7646
r Afonso Pena, 161 Sl 7 Porto Velho
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Leite e Costa Assessoria em Gestão Empresarial
(69) 3026-7646
r Afonso Pena, 161 Sl 7 Porto Velho
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Isap Instituto de Soluções avanc em Adm e Empresarial
(69) 3026-1331
av Carlos Gomes, 2640 Porto Velho
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
B & B Consultoria e Projetos Ltda
(69) 3229-8502
av Farquar, 1520 Caiari
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Mult-Negócios Assesorias & representação Ltda ME
(69) 3224-1292
r Júlio Castilho, 269 S 109 Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Sisval Consultoria
(69) 3222-3266
r Buenos Aires, 2925 Embratel
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Isap Instituto de Soluções avanc em Adm e Empresarial
(69) 3026-1331
av Carlos Gomes, 2640 Porto Velho
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Consultas e Dados LTDA
(69) 3224-2289
r Tenreiro Aranha, 2365 Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
WS Assessoria e Gestão Empresarial Ltda
(69) 3224-4352
r Tenreiro Aranha, 2114 Lj 3 S 1 Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Leite e Costa Assessoria em Gestão Empresarial
(69) 3026-7646
r Afonso Pena, 161 Sl 7 Porto Velho
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Hora De Casar... Planeje E Economize

Hora de colocar em prática os planos do casamento. Depois da euforia da decisão... vem a parte prática da história, onde o casal deve colocar os gastos na ponta do lápis. “E agora. Será que vai dar para bancar a festa dos sonhos?” É bom lembrar que já foi o tempo em que os pais da noiva pagavam tudo. Atualmente é comum os noivos arcarem com as próprias despesas ou as duas famílias dividirem as contas, assim não fica pesado pra ninguém. Afinal, a celebração de um casamento deve ser uma ocasião feliz, não um decreto de falência.
Quando o assunto é dinheiro, todo cuidado é pouco para não provocar mal-estar. Por isso... é bom planejar com bastante antecedência e aproveitar a festa.
Nos devidos lugares
Depois da decisão tomada. É preciso uma boa conversa a respeito da situação financeira de cada um e o que vai ser possível fazer, se vão poder contar ou não com a ajuda das famílias. Depois, em separado, cada um conversa com seus pais para avaliar a disponibilidade deles. Se as duas famílias tiverem condições financeiras semelhantes, fica mais fácil dividir a conta meio a meio. Porém, se uma delas tiver melhores recursos, poderá assumir mais despesas sem constrangimentos.
Mas é bom prestar muita atenção. Por mais que tudo seja planejado direitinho, existem mil e uma tentações no caminho. Uma flor maravilhosa aqui, uma decoração glamourosa ali e quando se dá conta o orçamento foi pelos ares. Então, uma boa estratégia é definir o máximo que cada uma das partes poderá contribuir. Sabendo qual é o limite de gastos, é possível tomar decisões com mais facilidade.
Super festa... ou cerimônia íntima?
Quando se trata de estabelecer os gastos, essa parte é fundamental. Não dá para planejar um mega evento com um orçamento apertado. É melhor fazer uma festa íntima bem feita, do que tentar organizar algo grande demais, com dinheiro de menos. Contudo, o tempo ainda é quem comanda. É possível economizar uma boa grana se começar a contratar serviços um ano antes do casamento. Assim poderá negociar maiores prazos para pagamento. Essa sugestão vale para vestido de noiva e serviços como o do músico e do fotógrafo e igreja.
Em Laranjeiras do Sul, quem pretende casar na Igreja Católica (matriz ou santuário) o custo é de R$ 213. Independente da época do ano. Os noivos também devem fazer um curso, que custa R$ 15.
Planilha de gastos
O segundo passo é fazer uma relação minuciosa dos itens a serem pagos, do vestido às lembrancinhas. Deve-se levantar no mínimo três orçamentos para cada item.
Convites
Podem sair bem em conta, basta usar um pouco de criatividade.
•Se a cerimônia for pequena, é possível convidar as pessoas pelo telefone. Caso você deseje seguir a tradição, o mais indicado é mandar confeccionar os convites em papel mesmo.
•Existem inúmeras opções de papel, nacionais ou importados, que irão fazer diferença na hora de fechar o orçamento.
•Mas se seu casamento for mais descontraído, do tipo que acontece em praias, danceterias e outros locais descolados, vale até fazer um convite virtual, com recursos animados. Fica lindo e sai de graça!
Aluguel de salão

• Se optar por uma comemoração mais simples, um coquetel de curta duração, por exemplo, é bom pensar em se casar numa igreja que tenha salão de festas. Assim, os convidados não terão que se deslocar para longe do lugar da cerimônia. E ficará mais barato.
• Leve em conta antes de fechar contrato o número de convidados. Se não forem muitos, um local menor, além de mais aconchegante, custará menos.
• Restaurantes são uma boa pedida. Na maioria dos casos, pela contratação do bufê, não se cobra aluguel. Mas preste atenção nos orçamentos.
Bolo
Antes de encomendar o do seus sonhos, conheça algumas dicas que certamente poderão ajudá-la a economizar.
• “O preço do bolo varia de acordo com o peso. Dessa maneira, se vai oferecer jantar com sobremesa, a quantidade de bolo deverá ser menor, assim como o número de docinhos.
• Outro detalhe: quanto mais elaborada for a decoração do bolo, maior será o preço.
Decoração
• O tipo de flor a ser usada conta muito. A orquídea, por exemplo, é sempre mais cara. Dê preferência às flores da época do casamento. “De setembro até meados de abril, encontra-se praticamente todos os tipos
• Na hora de fechar o contrato, é bom deixar com o decorador pelo menos três opções de cores. Assim, terá uma margem para negociação, caso as rosas brancas que você tanto gosta estiverem em falta no mercado;
• O preço dos buquês também vai variar de acordo com a flor escolhida e da época. Lembre-se: o buquê deverá durar mais do que os arranjos da igreja. Por isso, essas flores poderão ser um pouco mais caras.
• Agora, se você optar por um casamento longe do tradicional, troque as flores por outros recursos decorativos. Fotos ampliadas dos noivos espalhadas pelo salão, por exemplo, dão um efeito interessante!
Vestido
Na hora de decidir, uma regrinha é básica: você tem que se sentir bonita, segura e confortável (isso é fundamental!) dentro dele. Lembre-se de que o modelo deve combinar também com o horário e o tipo da cerimônia. Quanto mais tarde, mais sofisticado (e caro) ele será. Por isso, se quiser economizar de verdade, leve em conta tudo isso.
• Quanto antes você fechar com a loja, melhor. Assim poderá negociar o pagamento em várias parcelas
• O casamento no cartório não requer altas produções. Uma roupa discreta estará na medida para a cerimônia.
∗O pacote com o salão de beleza (ou clínica de estética) também pode ser fechado com bastante antecedência, facilitando o pagamento e agregando os serviços que deseja.
Bufê
Só contrate depois de ter bem definido o tipo de festa que pretendem oferecer.
• Às vezes, detalhes como oferecer um jantar com serviço do tipo franco-americano, em que os convidados se servem como num self-service, será suficiente para que tudo saia perfeito, independentemente do cardápio e sem gastar demais. Nesse caso, poderá haver uma diminuição dos custos por não ter necessidade de contratar um número extra de garçons.

Junior

http://www.bigrenda.com

Clique aqui para ler este artigo na Artigonal.Com