Entendendo a rede de computadores Ji-Paraná, Rondônia

Compreenda o funcionamento das redes de computadores. Estude sobre a operação do servidor e as aplicações. A autora define a função do HUB/Switch, bem como DNS, DHCP e endereço de IP.

O & M Informática
(69) 3226-0158
r José Amador dos Reis, 2865, Cj J Kubitschek
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Supridados Comércio e Representação Ltda
(69) 3224-3049
av Pinheiro Machado, 2699, Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Portosoft Informática Ltda
(69) 3224-2771
av Pinheiro Machado, 1492, Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Gomes & Costa Ltda
(69) 3223-6493
r Pedro II,Dom, 1970, São Cristóvão
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
H M Comercio de Informatica Ltda - Me
(69) 3221-7373
r Pedro II,Dom, 1855, São Cristóvão
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Infotec Informática Ltda
(69) 3224-3131
r Joaquim Araújo Lima, 1485, Arigolândia
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Mult-task Assessoria Comercio e Servicos Ltda
(69) 3224-6061
r Caxias,Dq, 2305, São Cristóvão
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Rondotech Informatica & Servicos Ltda
(69) 3026-7766
r Pedro II,Dom, 2490, São Cristóvão
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Vianeth - Assessoria Em Informatica Ltda - Me
(69) 3229-2594
r Pedro II,Dom, 2532, São Cristóvão
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Dnak - Comercio de Materiais de Informatica Ltda
(69) 3043-1717
r Caxias,Dq, 535, Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Entendendo a rede de computadores

Estruturas de Rede

Para entender uma estrutura mínima de rede devemos entender que basicamente existem dois modelos básicos de redes, a rede ponto a ponto e a rede cliente/servidor.

Rede Ponto a Ponto
A rede ponto a ponto(Figura1) funciona de um modo básico, todos os micros são interligados a um HUB ou um SWITCH (ambos serão abordados mais a frente) tendo as suas placas de rede configuradas em uma mesma faixa de endereços IP. Estes micros possuirão recursos compartilhados (pastas, impressoras, scanners etc...). Este modelo de rede é indicado para redes de poucos usuários e que não necessite de serviços de rede mais apurados.

redes
Figura1 – modelo de rede ponto a ponto

Rede Cliente/Servidor
O modelo de rede Cliente/Servidor (Figura2) é uma forma de organizar uma rede com computadores Servidores que terão por função prestar algum tipo de serviço na rede. Por exemplo, em uma empresa de porte mediano (até 100 computadores) poderíamos ter um servidor firewall para controlar os links de internet, navegação e para analise da rede, outro servidor para os e-mails da empresa, um servidor para servir arquivos e impressoras e assim por diante.

redes
Figura 2 – Modelo de rede cliente/servidor

Algumas definições nas redes de computadores
Para termos um maior entendimento no nosso dia a dia, na seqüência estaremos explicando a respeito de elementos, termos, aplicações e processos comuns em uma rede de computadores.

Hardware de Redes
Nesta seção abordaremos alguns elementos físicos de uma rede (existem inúmeros, o que estamos abordando aqui é apenas o básico para um leigo).

Servidor
Hardware ou sistema computacional que fornece serviços a uma rede de computadores. Os serviços podem ser inúmeros, alguns exemplos básicos:
- Roteamento de redes;
- Firewall;
- Controle de uso da rede bem como controle de navegação;
- E-mails;
- FTP;
- Sites;
- Mensageiro (mensagens instantâneas);
- Fileserver – Servidor para repositórios de arquivos;
- Softserver – Servidor de software especifico(ex: ERP).

HUB/SWITCH
O hub funciona como um extensor de sinal, como uma extensão de tomadas elétricas. Ele divide o sinal para todos os computadores ligados a ele. Se ele recebe uma quantidade de dados, ele manda todos os dados para todas as conexões ao mesmo tempo.
O Switch funciona de modo um pouco diferente, mas dentro dos mesmos princípios, a principal diferença é que no caso do Switch, ele separa os dados, mandando de modo organizado esses dados para as conexões ativas, e uma de cada vez. Ressaltando que apesar de mandar para uma conexão de cada vez, a velocidade em relação ao hub é maior, pois no caso do hub há uma grande perda de dados, pois há muito tráfego, fazendo com que o computador precise reenviar os dados perdidos durante o trajeto.

Termos/Aplicações

Endereço IP

O endereço IP, de forma genérica, pode ser considerado como um conjunto de números que representa o local de um determinado equipamento (normalmente computadores) em uma rede privada ou pública.

Endereço MAC (Media Access Control): É um endereço físico, presente em todas as placas de rede, ele é composto de 6 (seis) campos, com 2 (dois) caracteres alfanuméricos cada um. Por exempo, é um endereço MAC: 0F-T7-66-AS-FG-70, sendo os três primeiros campos (0F-T7-66), ligados ao fabricante, ou seja, pelos três primeiros campos, podemos definir qual o fabricante da placa, e os três últimos (AS-FG-70), um número de série de fabricação, impossibilitando que hajam mais de uma placa de rede com o mesmo endereço físico. Essa informação é de vital importância para que o DHCP identifique o computador na sua rede.

DHCP

DHCP é um serviço que disponibiliza informações para os computadores da rede. Este serviço contem as informações que o computador precisa para funcionar dentro de uma rede, ou seja, define quem é quem em uma rede. Através do DHCP, nosso computador recebe um endereço IP, qual o gateway por onde o tráfego irá passar, servidores DNS para resolução de nomes e mascara de rede.

Funcionamento do Dhcp
O computador, quando é ligado e a rede iniciada, manda um sinal chamado Broadcast, este sinal é enviado para todos os elementos da rede. O DHCP vê esse sinal, identifica a placa de rede (MAC) e responde, então o computador diz que precisa das informações, como IP, mascara, Gateway, DNSs. O DHCP envia essas informações para o endereço MAC que solicitou, o computador recebe os dados, aplica-os na placa de rede, liberando a navegação na internet e na rede interna.

DNS

DNS, é um serviço que faz a tradução de um nome ( www.msitec.com.br ) em um endereço IP (200.x.x.x). Como visto anteriormente, o endereço IP serve para que computadores/servidores “enxerguem” uns aos outros dentro de uma rede, mas como não seria nada fácil memorizarmos tantos endereços IP, então foram criados os servidores de DNS.

Funcionamento do Dns
Funciona assim, digitando o endereço de um site no seu navegador, o navegador usa as configurações da sua rede e envia as informações para seu servidor DNS, pré definido pelo DHCP e através do Gateway. O seu servidor DNS, checa se o nome existe na própria base de dados, se não existe, ele encaminha os dados para um servidor maior, um servidor chamado Bastion Host (que são um total de oito servidores no planeta) que contem todas as informações de nomes do mundo. Se ele consegue as informações de IP, ele devolve essas informações de IP pra a origem, e então o navegador busca o site. Esse procedimento acontece de maneira bem rápida (menos de um segundo em media).

Esperamos no decorrer deste artigo ter esclarecido algumas conceitos e duvidas básicas para os usuários em geral. Tendo duvidas ou necessitando de orientações sobre Tecnologia da Informação pode-se escrever pararedes@msitec.com.br

Referências
Tanenbaum, Andrew S. Redes de Computadores ISBN 0130661023

Por: Lúcio Flávio e Henrique Ribeiro |  www.msitec.com.br

 

Daiany Nascimento

Clique aqui para ler este artigo na Artigonal.Com