Definições sobre comunicação interpessoal Pouso Alegre, Minas Gerais

O presente artigo fala a respeito da comunicacao, o que e, como ter uma comunicacao... Existem numerosas definições a respeito do que é e o que não é comunicação. Leia mais no artigo abaixo.

PIRES PROPAGANDA VOLANTE
(33) 3221-8148
R: Antídio Sales da Fraga, 175 - Bairro de Lourdes
Governador Valadares, Minas Gerais
 
Alpha Comunicação Visual
(31) 3594-2940
Rua Ione Alves Pinho, 80 - Bom Retiro
BETIM, Minas Gerais
 
Agência Emp de Propaganda Ltda
(31) 3273-1318
r Bueno Brandão, 294, Floresta
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
POWER PLOTER COMUNICAÇÃO VISUAL
3636-9882 - 3022-3000
Rua Onofre Teixera, 335 São Benedito
Santa Luzia , Minas Gerais
 
Namídia Propaganda
(31) 3398-7765
av Pref. Gil Diniz, 519 SL 101
Contagem, Minas Gerais

Dados Divulgados por
seguralarmes dudo em segurança eletronica
03891345050 ou 91379880
avenida gentil dias n 393
janaúba, Minas Gerais
 
Silvia Nogueira Perfumes
(034) 3215 69-57
edson gonçalves
uberlandia, Minas Gerais
 
C.m.m. Comunicacao Ltda
(34) 3242-3160
av Getúlio Vargas, 12, Martins
Uberlandia, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Sim Propaganda e Publicidade Ltda Me
(31) 3281-0620
av Londres, 49, Lj 101 Sl 2, Eldorado
Contagem, Minas Gerais

Dados Divulgados por
PROJETO ALIANÇA GOLD
(31) 8632-8425
R: alexandre herculano n° 58
ibirité, Minas Gerais
 
Dados Divulgados por

Definições sobre comunicação interpessoal

“Se nos dá a tarefa de descrever uma interação entre um gato e um cão,
podemos fazer comentários do tipo: “o gato mia, o cão mostra os dentes,
o gato arqueia suas costas, o cão ladra, o gato…”. Tão importante como as ações particulares descritas é a seqüência em que ocorrem, e, em alguma medida, qualquer conduta do gato se faz compreensível unicamente no contexto da conduta do cão.”

De sapos em príncipes, John Grinder e Richard Bandler, 1980

Existem numerosas definições a respeito do que é e o que não é comunicação, não obstante, como a PNL -Programação Neurolingüística- interessam-lhe os resultados concretos, antes de contribuir uma definição poderíamos nos perguntar as seguintes questões:

Como detectamos que duas ou mais pessoas estão se comunicando?

O que podemos observar como significativo nas pessoas que interatuam?

O que é o que nos indica a existência de comunicação?

Se prestarmos atenção ao que ocorre em uma interação nos damos conta de que as ações de uma pessoa só têm sentido no contexto das ações vinculadas às do outro ou outros. Independentemente do modo de comunicação em jogo (palavras, silêncios, gestos….) existe sempre uma seqüência coordenada entre as pessoas envoltas. portanto podemos dizer que Comunicação é o processo onde a ação ou experiência de uma pessoa e a ação e experiência da/s outra/s se dão em forma coordenada.

Uma metáfora muito gráfica quando falamos de seqüência coordenada é a da dança.
Em uma companhia de dança as partes envoltas dançam ao compasso da música sua própria coreografia e todos estão sincronizados em um conjunto cheio de harmonia e beleza. Há vezes em que um dos dançarinos lidera o movimento do outro (ou outros), há vezes em que é o outro que guia a ele, há vezes nas que ninguém guia ninguém…

Quando em 1973 os criadores da PNL, Richard Bandler e John Grinder, na Universidade de Santa Cruz, Califórnia, propuseram-se estudar a comunicação humana, fizeram algo muito simples: estudar o que faziam os bons comunicadores.

O que era um bom comunicador para Bandler e Grinder? Boa pergunta!

- Aqueles que eram capazes de comunicar-se fluída e facilmente com diferentes tipos de pessoas, em diferentes contextos e em vários níveis

- aqueles que eram capazes de fazer chegar a mensagem ao receptor de forma que este o entendesse claramente.

- Aqueles que eram capazes de obter respostas que outros não sabiam como obter.

Em base a seus estudos propuseram este princípio básico da comunicação:

É impossível NÃO COMUNICAR.

Sempre que há uma interação embora seja em silêncio existe comunicação. Pode ser que não estejamos muito satisfeitos com os resultados obtidos, entretanto podemos observar os frutos que recolhemos de nosso intento de comunicação para melhorá-la na seguinte ocasião.

Em comunicação não existem fracassos, só resultados.

Faça o que faça e ponha como se põe sempre transmitirá uma mensagem com sua conduta: quando fala, quando não fala, quando deixa falar…

E se por acaso isto fora pouco, é importante recordar outro grande segredo que esquecemos com facilidade:

É impossível NÃO INFLUÊNCIAR.

Em qualquer conversa cotidiana, por muito imparcial que queira permanecer, sua mensagem, com uma forma e conteúdo concreto, gerará uma determinada reação consciente ou inconsciente no receptor.

Os mapas do que cada um considera “a realidade” se construirão e matizarão a partir da soma de todas as mensagens expressas. A rede de todas essas palavras gerará uma trama, uma alquimia na qual você é responsável por esse ingrediente (verbal e não verbal) que pode converter o chumbo em ouro ou vice versa, por isso podemos assegurar que Somos agentes de mudança com nosso discurso e com nosso silêncio.

Dizem por aí que as palavras levam o vento e, entretanto, com elas sustentamos nossa visão do mundo e nossa identidade. Também sabemos que o rumo da história universal variou em muitas ocasiões graças às palavras.

Shakespeare menciona em sua obra, Enrique VI, o famoso discurso que este fez que seus soldados, em franca minoria frente às tropas inimigas, saíssem vitoriosos depois das avivadas palavras de seu rei, exaltando valores que transcendem o medo e à morte: a defesa de sua honra, de suas famílias, entrega-a até o último suspiro por uma boa causa…Com palavras carregadas de sentido conseguiu que um grupo de camponeses acabasse com todo um exército profissional.

O rumo de muitas histórias de pessoas mais próximas a nós variou em função da capacidade - inata ou adquirida - de transmitir a outros um sonho, um projeto, um invento, uma proposta, uma obra professora…

As técnicas que desenvolveu a PNL nos permitem adquirir habilidades para que sua voz ressoe em seu centro, para que sua postura acompanhe o seu sonho, para que seu discurso seja entendido por um determinado auditório… desta forma pode se aproximar mais a transmitir sem barreiras o que você é e quer. Afirmo que todos conhecemos algum desses “gênios” da música, a pintura, a informática, ou o que seja, cuja qualidade está fora de toda dúvida e que, entretanto, são tão incapazes de apresentar com “presença” o que fazem que vivem com muita dificuldade graças aos encargos dos amigos.

É útil expor quais sementes ou habilidades ficam pendentes de cultivar.

E se te interessa melhorar a comunicação para dirigir sua vida, realizar seus sonhos… é lícito e sábio te propor praticar aquelas habilidades que estejam pendentes de treinamento. De fato pode ser um caminho apaixonante. Pode-se aprender a estruturar a mensagem de acordo com às características do interlocutor, ter uma postura justa, a voz centrada, e um montão de pequenos detalhes que alinhados com nosso ser transmitem harmonia e veracidade. Não obstante um passo prévio que ninguém pode dar por si é a firme decisão de começar a expressar abertamente a beleza de seu Ser para que todo o universo se nutra com seu brilho.

Nesse sentido nos parecem apaixonantes as palavras de Nelson Mandela:

Nosso medo mais profundo é reconhecer
Que somos inconcebivelmente poderosos.

Não é nossa escuridão, a não ser nossa luz
o que mais nos atemoriza.

À medida que nos permitimos que nossa luz se irradie,
sem nos dar conta, estamos permitindo
que outras pessoas façam o mesmo.

Ao nos liberar de nossos próprios medos,
Nossa presença automaticamente libera a outros

Desejamos que sua comunicação flua desde seu coração, pois não merece apenas esbanjar o tempo em comunicar de um lugar que não tenha sentido para nós mesmos.

Tradução: Sua Mente.com.br

Teresa Arranz y Gustavo Bertolotto
Instituto Potencial Humano
www.iphpnl.net

Clique aqui para ler este artigo na Sua Mente