Conheça a origem das unhas encravadas Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Saiba quais são os fatores que causam ou agravam unhas encravadas. A podóloga Isabel Pereira explica como evitar esse problema. "Quem tem tendência a sofrer com as dores nos cantinhos, nunca deve calçar um tênis com as unhas compridas, meias apertadas ou costuras salientes", confira outras recomendações.

Mauro Fernando Silva Deos
(51) 3330-8549
Vinte e Quatro de Outubro 1681 - 401
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Estevao Jose Rodrigues
(51) 3228-6539
Av. Carlos Gomes 1610 - 304
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Jones Martinho Copetti
5132-8666
Praça Joaquim Leite 39
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Luis Fernando Salet
(51) 3024-7494
Rua Comendador Caminha 358
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Aury Hibernon Hilario
(51) 3328-1291
Av Carlos Gomes 403 - Sl 401 e 402
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Eveline Rech Pereira da Costa
(51) 3334-7025
Av. Protasio Alves 3149 - Cj 405
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Fernanda Ferreira de Camargo
(51) 3222-3453
R Padre Chagas 185 - Sl 603
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Sirlei dos Santos Costa
(51) 3333-9409
Florêncio Ygartua 288 - 908
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Paulo Renato Fetter
(51) 3330-3377
Rua Mostardeiro 780 - Cj 701
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Liliane Roessler Wendt
(51) 3346-3469
Ramiro Barcelos 1172 - 210
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Conheça a origem das unhas encravadas

Fornecido por:

Difícil encontrar quem já não tenha sofrido com ela. A dor é permanente e até parece insolúvel. Um picote com o alicate  até alivia um pouco. Mas, dois dias depois, o andar manco e o incômodo voltam: unha encravada é mesmo uma chateação. O corte inadequado e o uso freqüente de sapatos de bico fino são as principais causas do problema , explica a podóloga Isabel Pereira, da clínica Podobel, em São Paulo.

As unhas encravam quando parte delas empurra o canto do dedo do pé . Isso acontece porque a pele forma uma barreira. Como a unha não pára de crescer e é mais dura, penetra na pele causando dor e inflamação , afirma Fabiana Pinheiro, coordenadora técnica das manicures do salão paulista Homa.O formato das unhas também interfere, favorecendo o mal em algumas situações como nos casos de infecção na lateral do maior dedo do pé (por causa da posição, ele é quem recebe a maior pressão dos sapatos). Para evitar isso, as unhas devem ser cortada...

Clique aqui para ler este artigo na Minha Vida