Calibração - PNL Brasília, DF

Proponho-lhes um exercício de PNL em forma de jogo. Precisa de um conhecido, colega, familiar, amigo, para colaborar com você. Entenda mais no artigo abaixo.

Central Midia
(61) 3322-5707
srtvs 70 bl 2/4 sl 324 Asa Sul
Brasília, DF

Dados Divulgados por
DSP
(61) 3963-2929
snc 116 Bl E, s/n sl 111 A Sul
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Diart Agencia de Publicidade
(61) 3202-2490
cln 116 Bl D, s/n lj 102 A Sul
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Decisiva Agencia de Publicidade
(61) 3202-0912
r Setor Habitacional Taquari, s/n sl 114 A Sul
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Agencia Neuronio Publicidade
(61) 3349-1373
cln 116 Bl F, s/n sl 105 Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Montadon
(61) 3327-7762
scrn 702/703 Bl C, s/n en 12 s 101Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Couto Propaganda e Marketing
(61) 3447-4477
cln 111 Bl C, s/n s 110 sl 109
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Agencia Comunica Publicidade
(61) 3964-1500
Scln, s/n Qd 110, Bl A, Sl-102 Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Agencia de Publicidade Dois Nove Meia
(61) 3307-1793
UNB, s/n bl A s 661/8 Campus Universitário
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Oitonos Propaganda e Marketing
(61) 9206-0738
r Quadra 08, 155 Condominio Parque Jardim Paineiras
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Calibração - PNL

Proponho-lhes um exercício de PNL em forma de jogo. Precisa de um conhecido, colega, familiar, amigo, para colaborar com você.

Tem que se sentar um na frente do outro, em uma postura cômoda e relaxada, como dois compadres que mantêm uma conversação amistosa. Comente com seu companheiro que vai fazer algumas perguntas, mas não comente de momento o porquê.

Quando responder a suas perguntas, deverá observar os micros movimentos de seus olhos. São deslocamentos rápidos do mesmo que se afasta com rapidez do eixo central da visão.

Pode escolher como tema da entrevista, por exemplo, as últimas férias. Depois de algumas perguntas de aquecimento, que descreva o apartamento, ou chalé, ou hotel, no qual passou as férias. Não exite em lhe pedir mais detalhes descritivos sobre cores, tamanhos, estilos, o que via, como era o quadro, a estátua na praça, etc.

Se observar seus olhos, verá que se deslocam para cima. Segundo as pessoas, pode ser para a direita ou para a esquerda. Esta zona do olho se chama “Visual Recordado”.

Justo antes de descrever uma imagem a pessoa move rapidamente seus olhos para o canto superior do V.R. para recordá-la. Repita a operação provocando por suas perguntas a lembrança visual de diversas cenas e memorize o lado (freqüentemente será para sua direita).

Depois veja se seu colega conhece a letra de alguma canção, um poema, ou se poderia cantar uma melodia. Do mesmo modo, observe os micros movimentos de seus olhos e, antes que fale, deve observar que seus olhos fazem um movimento horizontal na mesma direção que anteriormente. Chamamos esta zona: Auditivo Recordado. Também o pode comprovar jogando os sinônimos.

Já está preparado para abordar temas mais pessoais? Bem. Mantendo um tom relaxado, faça perguntas sobre gostos e sentimentos. Por exemplo, quem é seu melhor amigo, por que gosta, o que sente em relação a ele. Se preferir, pode escolher o tema de sua mascote ou seu filme favorito, mas sempre deve perguntar sobre seus sentimentos a respeito.

Observará então que desta vez, os olhos fazem excursões, um pouco mais largas, para a parte inferior da área, como uma pessoa que olha para baixo. Esta é a zona Cinestésica do diálogo interior.

calibracao Calibração - PNL

Embora determinar qual é o canal de comunicação dominante de uma pessoa através dos movimentos de seus olhos pareça mágico, se torna possível devido a nosso canal de comunicação com o exterior ser o reflexo de nosso canal interno de percepção.

As pessoas, segundo seu dominante visual, apresentam atitudes físicas que lhes caracterizam e que nos podem dar uma primeira indicação.

calibracao_2 Calibração - PNL

Bom, já temos algumas interessantes idéias sobre como calibrar o nosso interlocutor, mas perguntarão que interesse prático tem isso, verdade? Melhorar a comunicação é uma das respostas.

Se tentam convencer a um interlocutor que está, neste mesmo momento, multiplicando mentalmente imagens visuais, não fale!. Estaria cortando sua estratégia de decisão e não decidirá.

Imaginemos a seguinte situação: pergunte a um candidato se ele gosta de trabalhar em equipe, se relacionar-se com pessoas o encha de satisfação. Então ele move rapidamente os olhos horizontalmente à esquerda (Auditivo Construído) e responde a seguir:

- “eu adoro, sinto-me um homem de equipe, eu gosto da ajuda recíproca entre as pessoas, é muito satisfatório”.

Pois… Pode estar quase seguro de que ele está mentindo. Estas afirmações necessitam uma incursão na zona Cinestésica evocada (diálogo interior) para se sentir, e não o Auditivo Construído que consiste em fabricar a frase que cairá bem.

Para comunicar melhor e que seja mais prazeroso com as pessoas, devemos tentar nos acoplar a seus canais de comunicação. Este mês peço que se animem a fazer a prática da calibração com seus interlocutores, não em cada momento, mas de vez em quando. E, além disso, te fará ser mais atento, comprovara que tem muitos benefícios.

Tradução: Sua Mente.com.br

Referência: http://www.wikilearning.com/monografia/programacion_neurolinguistica_pnl-calibracion/11640-6

Clique aqui para ler este artigo na Sua Mente