Analise os aspectos de investimentos não rentavéis Ji-Paraná, Rondônia

Saiba o que provoca a falta de rentabilidade de um investimento e evite correr os riscos. Raphael de Souza define os fatores que merecem atenção redobrada. Ele classifica os riscos como sendo: de mercado, crédito, liquidez, legal e operacional.

Brasil Cred
(69) 3043-3582
av Campos Sales, 2677, Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Credifácil
(69) 3221-3131
r Joaquim Nabuco, 2180, São Sebastião II
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Brum & Cruz Fomento Mercantil
(69) 3224-1002
av 7 de Setembro, 2161 s 7 c, Ns das Graças
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Unibanco - União de Bancos Brasileiros S/A
(69) 3224-6747
av Dutra,Pres, 3080, Vl Aeronáutica
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Banco Santander Banespa S/A
(69) 3216-4300
r José de Alencar, 3022, Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
BPN Creditus
(69) 3224-1708
av Campos Sales, 2384, Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Capital Creci
(69) 3026-2168
av Getúlio Vargas, 2162 sl 9
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Banco da Amazônia S/A
(69) 2181-2300
av Dutra,Pres, 2853, Centro
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
T F dos Santos Jesus Me
(69) 3228-1473
r Jatuarana, 6113, Jd Eldorado
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
L & C Financeira Correspondente BMG
(69) 3224-5404
av Pinheiro Machado, 1661, São Cristovão
Porto Velho, Rondônia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Analise os aspectos de investimentos não rentavéis

O que se espera de cada investimento é fácil descobrir, porque essa informação consta dos panfletos que os anunciam, dos prospectos, dos regulamentos e, principalmente, da legislação que os regula. Se o investimento que você está estudando não oferecer esses documentos e não for registrado na CVM, ou em outro órgão que regula os mercados (como o Banco Central ou a Susep), não o faça. Confirme antes com a CVM a regularidade desse produto.

Apesar da informação disponível, não é tão fácil assim prever quanto um investimento vai render. Você saberia dizer o porquê? Acertou? O RISCO.

Quantas vezes você já planejou alguma coisa que não deu certo? Aquela viagem dos seus sonhos em que tudo deu errado. As férias programadas por tanto tempo, interrompidas por um acontecimento inesperado. Assim como qualquer plano para o futuro, muitas vezes os objetivos projetados para o investimento podem não ser alcançados. Várias são as razões.

Vamos conhecer algumas delas?

Risco de Mercado - decorre das condições da economia, que podem fazer os juros, o câmbio, o preço das ações, etc, variar, para mais ou para menos, influenciando seu investimento de forma positiva ou negativa. Além disso, a capacidade de pagamento do emissor do título (ou o lucro desse emissor) também pode variar por conta das condições da economia, prejudicando seu investimento.

Risco de Crédito - quando você investe, está emprestando dinheiro a alguém ou aplicando uma quantia em determinado empreendimento e, certamente, correndo o risco de que o tomador dos recursos não honre a obrigação, ou não pague os juros combinados, ou o que empreendimento não renda o esperado.

Risco de Liquidez - está diretamente relacionado com a facilidade de resgatar ou transferir um investimento. Diz-se que não háliquidezliquidez Maior ou menor facilidade de se negociar um título, convertendo-o em dinheiro.nas hipóteses de não se ter o direito de resgatar o investimento, desse direito ficar restrito a situações incomuns, do mercado para a negociação do título deixar de existir, ou do título ser raramente negociado, isto é, haver poucas pessoas interessadas em negociá-lo - o que dificultará a venda do título e provavelmente diminuirá o valor do seu investimento.

Porém, se muitas pessoas estiverem interessadas no seu investimento ou se você tiver o direito de resgatá-lo com certa freqüência, ele terá liquidez e, conseqüentemente, seu valor aumentará. É a famosa "Lei da Oferta e da Procura". Mas não esqueça: o direito de resgatar o investimento somente será efetivo se o devedor do título puder pagar o valor a ser resgatado ou, em se tratando de fundos de investimento, se existirem compradores interessados nosativosque compõem a carteira do fundo - o que facilitará sua venda, permitindo a realização de resgates.

Risco Legal - está relacionado com eventuais problemas legais que poderão causar problemas no cumprimento das condições pactuadas. O título ou contrato pode ter defeitos jurídicos que impeçam ou dificultem o exercício dos direitos nele estabelecidos, permitindo ao devedor ou tomador não honrar as obrigações assumidas. Por isso é muito importante somente aplicar em investimentos regulamentados, nos quais o risco legal diminui bastante.

Risco Operacional - está relacionado com as falhas ocorridas nas operações e negócios do tomador do investimento durante o período em que os recursos aplicados ainda não foram devolvidos. Poderão ser provenientes de problemas nas atividades ou equipamentos de uma companhia, falhas humanas no controle de custos e gerenciamento das quantias aplicadas, má administração dos recursos do emissor, etc.

LEMBRE-SE: Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura

raphael de souza santos

Ganhe DINHEIRO trabalhando em casa!

Clique aqui para ler este artigo na Artigonal.Com