Análise entre agressão ativa e passiva Santa Maria, Rio Grande do Sul

Algumas pessoas não sabem se comportar assertivamente, e resolvem seus problemas recorrendo a condutas agressivas. Há duas formas de agressividade: Ativa e Passiva. Veja mais no artigo abaixo.

Pcom Comunicação e Marketing
(51) 3035-2473
Benjamin Constant, 378
Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul
 
Canal Pan Publicidade e Assesoria Ltda
(51) 3527-1522
r Joaquim Nabuco, 1117, Cid Baixa
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Fera Mídia Agencia Digital
5130437844 (paginas do termo não encontrada)
av. Jose Loureiro da silva, 1408 sl.301
Gravataí, Rio Grande do Sul
 
MZ Comunicação
54-99722378 54 33126635
Avenida Brasil, 3155
Passo Fundo, Rio Grande do Sul
 
Vance Marketing Digital
(54) 9649-1184
Rua Capitão Eleutério 610/402
Passo Fundo, Rio Grande do Sul
 
Restaurante Bombordo
(51) 3517-0700
Av. Guaiba, 2941
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
 
Paz Criação e Comunicação Ltda
(51) 3328-5411
al Coelho Neto, 89, Boa Vista
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Case Marketing
(51) 3056-2840
Rua 28 de setembro, 624 / 01
Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul
 
Ciranda Comunicação Social Ltda
(51) 3231-6210
av Getúlio Vargas, 908, An 5 Cj 502, Menino Deus
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Curi Propaganda e Promoções Ltda
(51) 3241-2286
r Inhandui, 60, Cristal
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Análise entre agressão ativa e passiva

Os MC são muito imaturos. Não sabem se comportar assertivamente, e resolvem seus problemas recorrendo a condutas agressivas.

Há duas formas de agressividade:

Ativa: empregam ameaça ou violência.

Passiva: Mediante sabotagem, ou a inibição e crítica/ameaça posterior.

Os manipuladores são pessoas imaturas. Não tem alcançado o desenvolvimento intelectual suficiente para resolver os problemas de uma forma criativa, não são capazes de sentir amor maduro por nada nem ninguém, e ainda que são muito capazes em amplas reuniões, tem um alto déficit de habilidade social básica para o desempenho cotidiano: A assertividade.

Uma Pessoa se comporta assertivamente quando define seus direitos de uma forma ativa, porém sem pisotear aos demais. Isto requer uma ascensão de responsabilidade pelo próprio bem estar, com tolerância e respeito pelos pontos de vista e metas dos demais, além de uma luta ativa para não ser pisoteado por quem não é assertivo.

Não vivemos em meio assertivo. Nossa sociedade se caracteriza por uma competitividade feroz em que se fala em direitos que não se respeitam.

Ser assertivo custa trabalho, e nem sempre se consegue que se flua como pensávamos. Para triunfar nessa sociedade é indiscutivelmente mais fácil ser agressivo.

As pessoas agressivas impõe seu ponto de vista, sua definição do problema, seus direitos ou a satisfação de suas necessidades, empregando estratégias que geram medo, culpa ou vergonha, pode ser de forma “relativamente” sutil através do enfado, mas também mediante violência física ou verbal. É uma estratégia muito efetiva, porém se é demasiada explícita pode se ver severamente castigado pela sociedade.

A agressividade pode se exercer de duas formas: Ativa ou Passiva. A Ativa é o que todo mundo entende por conduta violenta. Se caracteriza por uma atitude de pisoteio constante e sem escrúpulos em relação aos direitos de outras pessoas involucradas no problema. Aqui o fim justifica os meios e se pode recorrer a instrumentos como o taco de beisebol, também se pode fazer “com um sorriso nos lábios” como acontece nas relações empresariais. Se não há violência física, é bem tolerada pelo meio social.

A agressividade Passiva é muito mais difícil detectar. Tradicionalmente se considerou que se produzia em forma se sabotagem. Os trabalhadores passivo-agressivos eram aqueles que punham todo tipo de trava nas atividades da empresa. Há outra concepção, e é a seqüencial: Pessoas que se comportam primeiro passivamente, aparentando renunciar seus direitos, e que percebem que o resultado não é favorável, tratam de se comportar agressivamente. Empregam, primeiramente a estratégia de “passar”, e posteriormente ameaçam ou criticam.

Fonte: http://www.psicologia-online.com/colaboradores/jc_vicente/manipulacion2.htm

Clique aqui para ler este artigo na Sua Mente