Acesso às pesquisas científicas e acadêmicas Mossoró, Rio Grande do Norte

O artigo propõe a democratização dos arquivos documentários. O autor sugere que as pesquisas científicas e acadêmicas sejam compartilhadas com o público. Confira os argumentos sobre a Normalização Documentária.

IPEP - Instituto Paulista de Ensino e Pesquisa
(84) 3206-4013
av Prudente de Morais, 3510, Lga Nova
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Eneluzia Lavynnya Corsino de Paiva
(84) 3211-9874
av Deodoro da Fonseca, 736, Cid Alta
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Faculdade Católica Nossa Senhora das Neves
(84) 3215-7129
pça Pedro II, 1055, Alecrim
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
SESI - Serviço Social da Indústria - RN
(84) 3204-6200
av Salgado Filho,Sen, 2860, An 5, Lga Nova
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
S S Santos
(84) 3201-2673
r Floriano Peixoto, 296, Petrópolis
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Centro Educacional Dom Bosco
(84) 3663-0754
av Guaratinguetá, 715, Cj Gramore, Lagoa Azul
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Faculdade Câmara Cascudo
(84) 3198-1600
av Alexandrino Alencar,Alm, 708, Alecrim
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Faculdade de Ciências Cultura e Extensão do Rio Grando do Norte
(84) 3235-1415
r Orlando Silva, 2896, Capim Macio
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Uniao Potiguar de Ensino Ltda
(84) 3201-0725
r Apodi, 392, Tirol
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Feroli - Academia de Formacao de Vigilantes e Tiro Ltda
(84) 3234-0482
av Salgado Filho,Sen, 1985, Lga Nova
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Acesso às pesquisas científicas e acadêmicas

No Brasil a circulação de informações científicas etécnicas, ocorre em grande parte nos artigos publicados em periódicos e tambémem teses e dissertações. Porém, sabemos que a maioria dessas informações nãochegam a ser disponibilizadas à comunidade em geral. Isso ocorre,pois não existe um órgão responsável pela harmonização, padronização euniformização dessas informações. Então, surge a Normalização Documentáriacapaz de desenvolver estudos que visam valorizar mais os trabalhos científicos.Após, veremos por que a Normalização Documentária pode influenciarpositivamente os trabalhos científicos e técnicos.

Grande parte das pessoas desconhecem os trabalhoscientíficos, esses publicados principalmente em artigos de periódicos, teses edissertações, mas dificilmente chegam a serem acessados por qualquer indivíduo,pois sabemos que esses tipos de informações ficam restritas àsuniversidades. Porém, os cientistas realizam seus estudos e pesquisas paraserem de conhecimento público, ou seja, que a sua pesquisa tenha merecidodivulgação e valorização e não fique esquecida em estantes de bibliotecasuniversitárias.

Por isso, a Normalização Documentária através de suas regrase métodos, traria mais qualidade e padronização às publicações periódicas,consequentemente essas seriam mais divulgadas pelas bibliotecas, por teremvalor arraigado aos estudos minudentes dos cientistas, tornando-se assim emdocumentos de freqüente uso dos acadêmicos e pessoas leigas interessadas emexpandir seus conhecimentos.

É de conhecimento geral que em nosso país a organização responsável pelapromoção e elaboração de documentos normativos é a ABNT, esta busca a melhoriade vários campos científicos. Por isso, cabe a ela investir em estudos detrabalhos científicos, visando uma maior padronização entre eles através deregras que especifiquem os tipos de métodos, processos e resultados a seremalcançados, por determinadas pesquisas, e tornando assim as publicaçõescientíficas mais uniformes.

É importante ressaltarmos ainda que a normalização documentária pode trazergrandes benefícios as publicações científicas, porque é através dela queformulamos e aplicamos regras visando o ordenamento de uma atividadeespecífica, neste caso as publicações científicas. Além disso, a NormalizaçãoDocumentária poderia auxiliar no controle de qualidade do produto, visandosempre o melhor para o usuário, que em sua busca, indubitavelmente ele visaalcançar assuntos específicos e de qualidade que satisfaça a sua pesquisa. Porisso, a Normalização surge para trazer equilíbrio entre o conteúdo e o formatodas publicações científicas, que na grande maioria estão separadas, isto é, ouo pesquisador busca pelo conteúdo ou ele busca pelo formato documentário.

Portanto, para que as publicações científicas cheguem até acomunidade em geral é preciso que a Normalização Documentária interfira nacirculação desses documentos, através de estudos que tornem mais acessíveis ede maior qualidade, para serem usufruídos por qualquer pessoa interessada emexpandir seus conhecimentos. Assim, o trabalho de um cientista torna-se maisvalorizado e divulgado, não só para sua busca profissional e sim pela suaconquista pessoal.

Referências:

CERVO, Armando Luiz; BERVIAN, Pedro Alcino. Metodologia Científica: parauso dos estudantes Universitários. 2. ed. São Paulo: McGraw-Hill, 1978. 144p.

DAY, Robert A. A Normalização no contexto da comunicação científica.Perspec. Cienc. Inf. , Belo Horizonte, v. 3, n. 2, p. 147-156, jul./dez. 1998.

DIAS, Maria Matilde Konka. Normas Técnicas. In: CAMPELLO, B. S. ; CENDÓN, B. V.; KREMER, J. M. (Org.). Fontes de Informação para Pesquisadores eProfissionais. Belo Horizonte: UFMG, 2000. p. 137-151.

Clique aqui para ler este artigo na WebArtigos.com