A neurofísica e o princípio da ancoragem Parnamirim, Rio Grande do Norte

A ancoragem é sem dúvida a ferramenta mais poderosa que um Practitioner de PNL tem no seu arsenal de mudanças. Não existe uma única técnica ou procedimento usado hoje na PNL que não faça uso da ancoragem. Saiba mais no artigo abaixo.

Base Consultoria Marketing e Comunicação Ltda
(84) 3606-0310
r Tororos, 2240 Lagoa Nova
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Briza Propaganda e Promoções Ltda
(84) 3211-4642
av Rodrigues Alves, 1183 Tirol
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Brava Publicidade
(84) 3205-0810
r Borges de Castro, 1226
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Art & C Comunicação Integrada
(84) 3212-1293
av Romualdo Galvão, 920 Lagoa Nova
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Armação Propaganda e Vialinear Eventos Ltda
(84) 3221-4010
r Dr Barata, 208
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Athos Comunicação Publicitária
(84) 3211-9818
r Olinto Meira, 1001 Alecrim
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Bandeirantes Propaganda Potiguar Ltda
(84) 3653-1300
r Bom Pastor, 4579
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Ama Comunicação Integrada
(84) 3234-3556
r Tereza Campos, 2492 sl 17 Lagoa Nova
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Aragão Publicidade
(84) 3211-2031
av Campos Sales, 455 Tirol
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Comunic Propaganda
(84) 3201-7707
r Mermoz, 173
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

A neurofísica e o princípio da ancoragem

A ancoragem é sem dúvida a ferramenta mais poderosa que um Practitioner de PNL tem no seu “arsenal de mudanças”. Não existe uma única técnica ou procedimento usado hoje na PNL que não faça uso da ancoragem tanto explícita como implicitamente. Os princípios da ancoragem são necessários para a percepção, memória, aprendizagem, saúde, técnica de mudanças, decisões, influência e persuasão, estabilização de novos comportamentos e estados, e são totalmente indispensáveis na área da modelagem do desempenho humano.

Então porque existem poucos treinamentos específicos na área da ancoragem? Do ponto de vista neurocibernético, a ancoragem é uma das habilidades essenciais que um agente de mudanças deve possuir. Desde que essa enorme brecha no conhecimento se tornou aparente para nós, temos desenvolvido programas nos quais o principal foco é a obter a habilidade e conhecer a ancoragem. A intenção desse artigo é começar a tornar explícitos os princípios e as condições cruciais para a efetividade de uma âncora.

O que são âncoras?

Âncoras são informações. Pensando nas âncoras dessa maneira cria menos limitações nos modelos mentais que nós criamos, os quais influenciam o uso da ancoragem.
Âncoras podem ser pensadas como marcas sensoriais, marcadores neurológicos e pistas contextuais, gatilhos para caminhos efetivos sinapticamente no cérebro, reações condicionadas e mesmo como uma cola que mantém juntas as cadeias comportamentais (estratégias). Âncoras ocorrem entre cérebros e dentro dos cérebros.

Classes de âncoras

A maioria da literatura de PNL que eu examinei fala apenas sobre um tipo de ancoragem. Na PNL, nós falamos predominantemente sobre a ancoragem de estados fisiológicos. Nenhuma literatura que eu já examinei, nem mesmo sugere o fato de que você pode ancorar comportamentos tanto abertamente como não. No caso da ancoragem dos estados fisiológicos, é usado predominantemente um tipo de âncora para marcar neurologicamente um estado que você quer re-experimentar à vontade ou usar como um recurso num contexto específico tipo ponte ao futuro. Eu me refiro a esse tipo de ancoragem como “ancoragem de sinal”.

Ancoragem sinal

Essa é uma âncora que atua como a condição inicial necessária para colocar o estado vetor do cérebro numa trajetória para o estado fisiológico desejado. Pensar em âncoras somente deste modo, impõe limitações rigorosas na flexibilidade que a ancoragem poderia fornecer de outra maneira. Outra limitação comum é que a ancoragem é ensinada e utilizada explícitamente através do sistema cinestésico/táctil usando somente uma das miríades dos sistemas sensoriais possíveis que existem tanto externa como internamente no sistema nervoso humano. Ainda que as âncoras visuais e auditivas sejam usadas implicitamente, os princípios e as condições para o seu correto desenvolvimento ainda não foram expostas de uma forma que possa ser ensinada e reproduzida. Eu acredito que isso cria uma grande desvantagem na jornada dos Practitioners de PNL para entender a mudança.

Também descobri que a falta de conhecimento e habilidade nessa área literalmente deixa mutilado o processo de modelagem do desempenho humano. Qual a vantagem de capturar e codificar a excelência na forma de crenças, valores, estratégias, meta-programas, submodalidades, etc., a não ser que você possa efetivamente “instalá-las” em você ou em outro ser humano?

Muitas pessoas no mundo parecem tremer só de pensar em fazer uma simples mudança como perder peso, parar de fumar, etc. A instalação de mesmo um simples modelo de excelência humana pode exigir cerca de 100 mudanças neurológicas, considerando todas as crenças, valores, meta-programas, estratégias que devem ser mudadas a fim de que o modelo funcione inconsciente e permanentemente. Sem um conhecimento profundo dos princípios e condições necessárias para a efetiva ancoragem, como tal assustadora tarefa pode ser abordada? Não é de se admirar porque as pessoas fazem mudanças que não são mantidas.

Clique aqui para ler este artigo na Sua Mente